domingo, 15 de abril de 2012

ANDEBOL - Sporting - FC do Porto


Rolo compressor "esmagou" o Sporting

O FC Porto Vitalis alargou para seis pontos a vantagem na liderança do Andebol 1, depois de "esmagar" o Sporting, por claros 33-21, na quinta jornada da fase final. No Pavilhão do Casal Vistoso, os lisboetas assistiram a um verdadeiro "vendaval" dos Dragões, que estiveram quase inexpugnáveis na defesa e muito eficazes no ataque. Só em contra-ataque, os azuis e brancos apontaram 15 tentos.

Os portistas passaram para a frente do marcador pela primeira vez ao 12.º minuto, mercê de um contra-ataque concretizado por Ricardo Moreira (7-6). A última igualdade registou-se ao 15.º minuto: a partir daí, só deu FC Porto.

Os Dragões foram alargando a vantagem até aos 15-11 que se registavam ao intervalo. Isto apesar dos azuis e brancos terem sido castigados com quatro exclusões (decretadas pela dupla madeirense Eurico Nicolau e Ivan Caçador), face a zero do adversário.

Os primeiros 10 minutos da segunda parte decretaram o vencedor. Nesse período, o Sporting marcou apenas um golo e os azuis e brancos estiveram perto de dobrar o número de tentos do adversário (23-12 aos 40 minutos). A superioridade portista pode revelar-se em alguns números: 77% de eficácia de segunda linha, 83% no contra-ataque e 45% na baliza (Hugo Laurentino e Quintana pararam 17 dos 38 remates da equipa da casa).

Num encontro em que, para lá dos guarda-redes, apenas um jogador ficou em branco (Daymaro Salina), Dario Andrade sagrou-se melhor marcador, com oito golos e uma eficácia de 100%. O tetracampeonato fica cada vez mais perto, mas há que pensar já no próximo desafio: no domingo, às 17h, os Dragões recebem o Madeira SAD, actual terceiro classificado.

A equipa orientada por Ljubomir Obradovic alinhou e marcou da seguinte forma: Hugo Laurentino e Alfredo Quintana (g.r.); Gilberto Duarte (4), Wilson Davyes (5), Tiago Rocha, Elias Nogueira (2), Ricardo Moreira (4), Pedro Spínola (5), Filipe Mota (3), Daymaro Salina, Dario Andrade (8), Sérgio Rola (1) e Malencic (1).

Sem comentários:

Enviar um comentário