quinta-feira, 13 de outubro de 2011

MADJER






Rabah Madjer nasceu a 15/02/1958 em Hussein Dey na Argélia e brilhou no F.C. Porto na década de 80. Começou a sua carreira no Onalait d’Hussein-Dey na temporada de 72/73, mudando no ano seguinte para o NA Hussein Dey onde ficou até 1983. Nesse ano Madjer transferiu-se para o futebol europeu, nomeadamente para o RC Paris de França permanecendo lá, até 1985 mudando-se depois para o Tours FC também de França ficando lá poucos meses.

Na temporada de 85/86, Madjer mudou-se para o F.C. Porto aonde ganhou os seus maiores títulos tanto colectivos como individuais.

No jogo de estreia Madjer marco dois golos e deu o triunfo ao Porto sobre o Boavista por 2-1.



Em 1987, Madjer criou uma das maiores obras de arte do futebol mundial ao marcar um golo de calcanhar ao Bayern de Munique na final das Taças dos Clubes Campeões Europeus, garantindo o triunfo da equipa portista por 2-1.

Esse momento irá ficar para sempre na lembrança de todos nós pois para além de ter sido um golo fenomenal deu a primeira vitória ao F.C. Porto na maior competição europeia de clubes. No mesmo ano o F.C. Porto foi disputar a final da Taça Intercontinental frente ao Penarol do Uruguai, num campo coberto de neve e também aí Madjer foi fenomenal pois marcou o golo da vitória por 2-1 já em prolongamento num chapéu fantástico. Madjer conquistou o título de melhor jogador da partida, ganhando um automóvel que depois foi vendido tendo o dinheiro ganho pela venda, sido partilhado por toda a equipa.Depois Madjer teve uma breve passagem pelo Valência mas depressa regressou outra vez à equipa portista onde viria a terminar a sua carreira de jogador.Madjer foi considerado o melhor jogador argelino de toda a história, jogando na selecção Argelina durante 14 anos pertencendo-lhe ainda o recorde de golos marcados na selecção, 40 golos em 87 jogos. Jogou em dois mundiais, em 1982 e em 1986 no Mundial do México onde Portugal também jogou. Com um palmarés riquíssimo, Madjer conquistou uma Bola de Ouro de África em 1987, tendo sido 2.º em 1985 e 3.º em 1990. Ganhou uma Taça das Nações Africanas em 1990, ganhou uma Taça da Argélia em 1979, foi eleito o melhor jogador argelino em 1987, pelo F.C. Porto conquistou, uma Taça dos Clubes Campeões Europeus e uma Taça Intercontinental em 1987, uma Supertaça Europeia em 1988, foi campeão português em 1986 e 1990, ganhou uma Taça de Portugal de 1991, conquistou duas Supertaças de Portugal em 1986 e 1991 e foi eleito o quinto melhor jogador africano do século XX.

Sem comentários:

Enviar um comentário