segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

FC PORTO - U LEIRIA 4 - 0





James derrubou muro leiriense


O FC Porto goleou este domingo a União de Leiria, por 4-0, num jogo em que James, que até começou o encontro no banco, foi figura de proa. O colombiano marcou um golo e fez duas assistências, uma delas para Janko abrir o marcador, face a um adversário que trouxe para o relvado do Dragão o seu “autocarro” e obrigou Helton a uma única defesa. A luta pela Liga continua em Setúbal, daqui a uma semana.No papel, a União de Leiria até se apresentava com audácia, mas no relvado ficou-se pela postura expectante. Os três defesas (Manuel Curto, Haas e Edso) foram quase sempre cinco, porque os laterais pouco subiam; os dois alas do suposto trio de ataque tiveram quase sempre maior preocupação em acompanhar os laterais do FC Porto; e os dois médios (Marcos Paulo e Ogu) raramente subiam no terreno. Na frente – e mesmo assim preocupado em estorvar a acção de Fernando –, só Bruno Moraes.Por isso, a posse de bola foi esmagadoramente portista, se bem que os Dragões tenham encontrado naturais dificuldades em circular a bola, face a um autêntico “muro” erigido por Manuel Cajuda. Na primeira parte, os azuis e brancos dispuseram de três situações claras para chegar ao golo: um remate de João Moutinho (14 minutos), defendido por Oblak, e dois de Janko, após assistências de Hulk e Alvaro (33 e 38). No segundo dos lances protagonizados pelo ponta de lança austríaco, foi novamente Oblak a evitar que o marcador fosse inaugurado.Da primeira parte, há ainda a registar as constantes entradas da equipa médica leiriense, procurando quebrar o ritmo de jogo. Mas a equipa azul e branca não se pode queixar destes obstáculos já habituais e sabia que, no segundo tempo, precisava de acelerar o ritmo da partida.Foi assim que os Dragões iniciaram a segunda parte, em que o adversário se viu reduzido a dez unidades aos 48 minutos, por expulsão de Shaffer, após entrada violenta sobre João Moutinho. Os leirienses recuaram ainda mais no terreno, com o avançado Bruno Moraes a ser substituído por Tiago Terroso. Ainda antes de chegar ao golo, o FC Porto viu-lhe ser negado mais um penálti, um “clássico” nos dias que correm: Hulk foi abalroado por Tiago Terroso, aos 63 minutos.O golo chegaria três minutos depois, já com James em campo, no lugar de Varela. Vítor Pereira percebeu que o colombiano poderia ser útil para encontrar espaços no meio de um bloco muito baixo, e foi assim que sucedeu. No lance do 1-0, o FC Porto circulou a bola com paciência e João Moutinho rasgou pela defesa leiriense e serviu James, que tocou para Janko encostar. Foi o segundo golo do reforço portista em dois jogos. Oblak continuou a fazer “milagres”, mas foi incapaz de evitar o segundo tento do FC Porto: o esloveno ainda parou o primeiro remate de Lucho, que foi assistido por Hulk, mas não a recarga de James. Aos 74 minutos, a partida ficou sentenciada.João Moutinho encheu o campo até aos 80 minutos, quando cedeu o seu lugar a Defour, mas seria já sem o seu contributo que o marcador chegaria ao 4-0. Alvaro, que bem mereceu o golo pelo ritmo que impôs ao corredor esquerdo, fez o 3-0, servido por Djalma, que acrescentou velocidade aos minutos finais do Dragão. O uruguaio apareceu com um autêntico ponta de lança na área leiriense, mas Maicon não lhe ficaria atrás. Na resposta a um livre apontado por James, cabeceou com autoridade para o 4-0.Antes da viagem a Setúbal, o FC Porto recebe o poderoso Manchester City (quinta-feira, 20h05), no regresso das competições europeias. A julgar pela exibição da segunda parte, os Dragões estão preparados para os desafios que se seguem.


FICHA DE JOGO




FC Porto-UD Leiria, 4-0


Liga 2011/12, 18.ª jornada 12 de Fevereiro de 2012 Estádio do Dragão, no Porto


Assistência: 27.829 espectadores


Árbitro: Rui Silva (Vila Real)


Assistentes: Álvaro Mesquita e Bruno Trindade


Quarto árbitro: Fernando Lopes


FC PORTO: Helton; Danilo, Maicon, Mangala e Alvaro; Fernando, João Moutinho e Lucho; Varela, Janko e Hulk (cap.)


Substituições: Varela por James (60m), João Moutinho por Defour (80m) e Hulk por Djalma (84m)


Não utilizados: Bracali, Cristian Rodríguez, Sapunaru e Alex Sandro


Treinador: Vítor Pereira


UD LEIRIA: Oblak; Manuel Curto, Haas e Edson; Ivo Pinto, Marcos Paulo (cap.), Ogu e Shaffer; Robinho, Bruno Moraes e Elvis


Substituições: Bruno Moraes por Tiago Terroso (53m), Robinho por Luís Leal (61m) e Elvis por Djaniny (70m)


Não utilizados: Luiz Carlos, Rúben Brígido, Marco Soares e Cacá


Treinador: Manuel Cajuda


Ao intervalo: 0-0


Marcadores: Janko (66m), James (74m), Alvaro (86m) e Maicon (89m)Cartões amarelos: Varela (27m), Janko (60m), Alvaro (79m) e Ogu (88m)Cartões vermelhos: Shaffer (48m)

Sem comentários:

Enviar um comentário