sábado, 29 de outubro de 2011

CRISTIANO



Cristiano Pereira


Modalidades - Hoquei em Patins


Foi formado no F. C. do Porto, onde jogou grande parte da sua carreira de hoquista. Campeão nacional, europeu e mundial por diversas vezes.Deixou a modalidade em 1985. Foi o Treinador que deu ao F. C. do Porto o título de Campeão Europeu de Hoquei em Patins em 1986, em final disputada com o Novara. Desta vez, nas «Curiosidades FCP», vamos deixar o universo do futebol para recuperarmos um ano (1986) que marcou o Hóquei em Patins português, numa altura em que o FC Porto era orientado por Cristiano Pereira (na foto), actualmente um dos símbolos do clube. Cristiano Pereira conta no seu currículo com inúmeros títulos nacionais e internacionais. No FC Porto, como treinador, foi quatro vezes campeão nacional e sagrou-se campeão europeu, em 1986, com a equipa mais forte de todos os tempos do Hóquei em Patins português. Na Taça dos Campeões Europeus dessa época, o FC Porto deu uma impressionate demonstração de classe e querer, numa caminhada ainda hoje recordada por todos. Nas meias-finais da prova, o adversário foi o Barcelona. A 1ª mão, deste autêntico clássico do Hóquei em Patins, foi disputada no Palau Blau Grana em Barcelona, num jogo onde o FC Porto conseguiu suster a força dos catalães, que nessa altura eram considerados a melhor equipa do mundo. No final, um empate (5-5) dava legítimas esperanças de passagem à Final da competição. Na 2ª mão, perante um Pavilhão Américo de Sá apinhado de gente, o FC Porto venceu os catalães por 6-4 (?), num jogo em que o Barça até marcou primeiro. Na Final, os homens orientados por Cristiano Pereira defrontaram o campeão de Itália, o Novara, onde jogavam alguns hoquistas conceituados, como o guarda-redes Piemontesi, o Bernardini, o Dal Lago, o Massimo Mariotti e o Colamaria, entre outros. A final despertou um enorme interesse junto da massa associativa do FC Porto e junto dos seus dirigentes, tendo o próprio Pinto da Costa feito questão de viajar com a equipa para Novara. Depois de uma vitória, por apenas dois golos de diferença, na 1ª mão disputada no Pavilhão Américo de Sá, o FC Porto deslocou-se a Novara, onde o esperava um ambiente de cortar à faca, com os adeptos e jogadores do campeão italiano a provocarem constantemente os hoquistas do FC Porto. Ao intervalo, o ambiente no pavilhão acabou por fazer mossa, com o marcador a registar 5-1 para o Novara! Foi altura de Pinto da Costa se deslocar ao balneário e dizer que tinha ido a Novara buscar a Taça e não para assistir a um carrosel dos italianos. O que é certo é que as palavras do Presidente, e os incentivos de Cristiano Pereira, deram os seus frutos e a 3 minutos do final do jogo o FC Porto vencia por 7-5! Uma autêntica reviravolta que ainda enfureceu mais os italianos e que obrigou o árbitro da partida a terminar o encontro, depois do arremesso de vários objectos para o ringue. Esse jogo, ainda é hoje recordado como um clássico do Hóquei em Patins europeu e mundial. Aqui fica o fantástico plantel que foi Campeão da Europa em 1986: Domingos Guimarães (Guarda-redes) Franklim (Guarda-redes) Carlos Realista António Alves Vítor Hugo Tó Neves António Vale (Capitão de Equipa) Domingos Carvalho Vítor Bruno Luís Almas Treinador: Cristiano Pereira. "

Sem comentários:

Enviar um comentário